24/08/2009


Chuvas excessivas no Paraná prejudicam as lavouras de trigo

Levantamento feito pelos pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, revela que dos 1,3 milhão de hectares semeados com trigo no Paraná - maior produtor brasileiro do cereal - pelo menos, 780 mil hectares, o equivalente a 60% da área do Estado, em 2009, poderão sofrer prejuízos de até 80%, em conseqüência do regime excessivo de chuvas, durante a safra.
“Em 2009, as condições climáticas foram extremamente desfavoráveis à cultura do trigo, causando perdas significativas em diversas lavouras, o que certamente descapitalizará muitos produtores. Com isso, o Paraná corre o sério risco de ter sua área plantada e sua produção drasticamente reduzidas em 2010. Atualmente o Brasil já importa 4 milhões das 10 milhões de toneladas usadas internamente”, alerta o pesquisador Manoel Bassoi, da Embrapa Soja.
(foto: newscomex.files.wordpress.com)

21/08/2009

SISTEMA DE ENSINO PROMOVE PALESTRA SOBRE ENEM 2009

Evento voltado a gestores e educadores vai discutir mudanças no Enem e seus impactos diretos na escola e sala de aula

O UNO, sistema de ensino do Grupo Santillana, realiza no próximo dia 25 em Maringá a palestra "Enem e a Prática na Sala de Aula", a ser ministrada por Renato Júdice Andrade, doutor em educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com especialização em políticas públicas para a área da educação. A palestra, voltada a gestores e mantenedores de escolas e também a educadores, vai discutir as mudanças no Enem 2009 que têm impacto imediato na escola e na sala de aula, avaliando o perfil do exame e as suas novas finalidades.
O mesmo evento apresentará ainda a palestra "A integração do Conteúdo Impresso ao Digital", com Beatriz Elias, mestre em educação e novas tecnologias, e diretora editorial do Sistema Uno de Ensino.
O evento começa às 19h no Hotel DeVille (Av. Herval, 26 - Zona 01). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo telefone: 0800 55 16 11 ou através do email
uno@sistemauno.com.br. Vagas limitadas.

Capas do mundo















OMS: países devem se preparar para 2ª onda de gripe A

PEQUIM - A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, pediu que os governos se preparem para uma provável segunda onda de casos de gripe suína, advertindo que eles terão de enfrentar decisões difíceis sobre como distribuir vacinas. "Precisamos nos preparar para uma segunda ou terceira onda de contágio, como foi visto em pandemias anteriores." O comunicado de Chan foi divulgado no momento em que mais de duas dezenas de companhias farmacêuticas ao redor do mundo se esforçam para produzir uma vacina segura e efetiva contra a Influenza A (H1N1), enquanto se aproxima o inverno do Hemisfério Norte. (AE - Agencia Estado)

18/08/2009

Efeito Amarula

video

Este vídeo mostra o efeito da fruta amarula em alguns animais. A planta é originária do continente africano.

Detalhe - Aline Moraes

Imagem feita por Aline Moraes, funcionária da Flamma Comunicação. (Vale a pena ampliar)

PR tem 14 municípios entre os 200 que mais geram empregos com carteira

Entre as 200 cidades brasileiras que mais geraram empregos formais no primeiro semestre de 2009, 14 são paranaenses. Curitiba, Paraíso do Norte, Maringá, Colorado, Araucária, Londrina, Cascavel, Rondon, Cambará, Astorga, Rolândia, Porecatu, Tapejara e Jandaia do Sul estão no ranking do Ministério do Trabalho.Os números são baseados no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e foram divulgados nesta segunda-feira (17) pela Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego e Promoção Social. (Setp)

Três Morrinhos - 2




Mais fotos minhas e da minha esposa Kellen em visita aos Três Morrinhos, em Terra Rica. Foi neste último final de semana.

17/08/2009

Sutilmente / Skank

Composição: Samuel Rosa / Nando Reis
E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce

Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti
Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

Foto minha e da minha esposa Kellen – tirada neste final de semana em Terra Rica, nos Três Morrinhos. Muito lindo lá, vale a pena.

Chuva até quinta-feira

Esta é a previsão Simepar. (Foto:3.bp.blogspot.com)

Lixo que vira dinheiro

Grupo separa material reciclável em Maringá. Matéria é tema da próxima edição do Jornal de Serviço da Cocamar.

Corte de árvores na região

Em minhas andanças pela região Noroeste do Estado fotografei esta cena – não sei dizer se o corte foi legal ou não. Mesmo assim fiquei triste, pois essas árvores embelezavam a cidade, que fica bem pertinho de Maringá.

Café - colheita mecanizada

A colheita mecanizada dos cafezais da região Noroeste do Estado está se tornando cada vez mais comum entre os produtores.

12/08/2009

Detalhe

Operário realizando solda.

Orquídea

Também fiz esta foto em Atalaia – achei o exemplar bem interessante.

Símbolo do Paraná

Fiz a foto destas araucárias em Atalaia. Na minha opinião, uma das mais belas árvores do Brasil.

10/08/2009

Henry Jr

Foto feita por mim há alguns dias - uma cópia de uma imagem feita pelo meu inesquecível amigo Henry Jr.

Nascente

Esta é a nascente do Ribeirão Maringá, próximo da avenida Colombo, em Maringá. A água límpida e pura contrasta com a sujeira urbana trazida por uma erosão, que desemboca no olho d'água.

07/08/2009


Usina de energia da
Cocamar já está funcionando

A usina de cogeração de energia elétrica da Cocamar em Maringá entrou gradativamente em operação no início deste mês e a inauguração formal está prevista para outubro. O investimento, superior a R$ 35 milhões, é o maior da cooperativa em 2009, sendo 90% desse montante financiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o restante com recursos próprios.
O superintendente Celso Carlos dos Santos Júnior explica que a cooperativa vinha operando na queima de bagaço de cana-de-açúcar para produção de vapor, usado em vários setores de seu parque industrial. Ao adotar um sistema de alta pressão, a partir da troca da caldeira e alguns ajustes, a indústria vai produzir além de todo o vapor que consome, também entre 66% a 100% de toda a energia elétrica necessária.
A usina vai proporcionar economia para a Cocamar, que desembolsa atualmente cerca de R$ 13 milhões por ano com a compra de energia. (Flamma)

Homenagem

Fiz esta foto nesta semana – uma homenagem a minha esposa Kellen, que no último dia primeiro completou mais um aninho de vida.

Greening

Trabalhadores fazem inspeção de greening nos pomares da região Noroeste do Estado. A praga é a pior já registrada na citricultura.

06/08/2009

8º Congresso Brasileiro de Agribusiness será transmitido via Twitter

São Paulo, Agosto de 2009 – Acontece na próxima semana, nos dias 10 e 11, em São Paulo, o 8º Congresso Brasileiro de Agribusiness, promovido pela Associação Brasileira de Agribusiness – ABAG. Esta edição, que terá como tema a crise financeira e a sustentabilidade no agronegócio, inova e chega à era da web 2.0. Pela primeira vez, o Congresso terá transmissão on line, ao vivo, pelo Twitter.

Milho pendoado

Cooperativa chama atenção
para a necessidade de
análise do solo


Aumentar a produtividade das lavouras é um dos objetivos da Cocamar. Para que isto aconteça, não basta trazer novas tecnologias ou realizar eventos técnicos. Segundo a cooperativa, é preciso que o associado dê atenção a procedimentos básicos e essenciais, como uma correta análise de solo.
O engenheiro agrônomo Paulo André Machinski explica que não adianta investir em adubação sem conhecer em detalhes as carências nutricionais do solo.
Ele dá o exemplo de uma mesa em que um dos quatro pés é mais curto. Se este não for substituído por outro que não seja de tamanho idêntico aos demais, o problema continua. “Com o solo é assim também. Colocar adubo em excesso, além de antieconômico, pode ser tão ruim quanto colocar a menos”, acrescenta Machinski.
Deficiências nutricionais não permitem que seja explorado todo o potencial produtivo de uma lavoura. Com isso, mesmo que o clima seja favorável, a planta não terá onde buscar, no solo, o alimento de que necessita para produzir bem. (Flamma)
Cocamar orienta cooperados
para se adequarem à NR-31


Com a realização de palestras, a Cocamar tem alertado seus cooperados para a necessidade de adequação à Norma Regulamentadora 31, editada em 2005 pelo Ministério do Trabalho. Desenvolvida exclusivamente para o setor agrícola, a NR surgiu a partir da preocupação com o trabalhador rural, que até então estava à margem da legislação. O Ministério já começou a fiscalizar propriedades na região da cooperativa.
Como há agricultores que ainda não se adequaram em relação às medidas preventivas de saúde e segurança do trabalhador rural, essa orientação é considerada um alerta, segundo o engenheiro agrônomo Osvaldo Danhoni. “A tríplice lavagem e a devolução das embalagens vazias, itens da norma que foram alvo de intensa campanha de conscientização, são adotadas pela maioria absoluta dos produtores”, exemplifica.
Como todos os prazos dados pelo governo para a aplicação da NR-31 se esgotaram, os produtores já deveriam estar adaptados e aplicando todos os itens da lei. Ficam, então, sujeitos às penalidades legais que se forem fiscalizados e ainda correm o risco de terem problemas na Justiça do Trabalho. (Flamma)

Imagem

Lavoura de canola na região.
Alcopar oferece curso
sobre segurança no trabalho


A Alcopar – Associação de Produtores de Bioenergia do Estado do Paraná, em parceria com o Centro Estadual da Fundacentro no Paraná (CEPR) realiza um curso sobre Segurança e Saúde no Trabalho Rural, de 12 a 14 de agosto, a partir das 8h30, no Auditório do SESI, em Maringá. As inscrições são limitadas e gratuitas e podem ser feitas até sexta-feira pelo e-mail: noticias@alcopar.org.br ou pelo fone: (44) 3225-2929. (Jornal Paraná Açúcar e Álcool)

FORMIGAS

No Ric Rural deste domingo (9) os telespectadores vão conhecer um pouco melhor uma praga muito comum da região Noroeste do Estado – as formigas saúvas. Pequenos insetos, que juntos consomem mais pasto que vários bois. (Foto: Ricardo Braido)
Restaurações deixam
trânsito lento na PR-317


Obras também estão sendo realizadas na BR-376 e BR-369 Norte e Sul

A concessionária de rodovias VIAPAR alerta os clientes que utilizam a PR-317 em Maringá, entre os quilômetros 102 e 106, segmento que vai do contorno da Cocamar a a entrada do aeroporto regional da cidade, que o trânsito no local está lento devido obras de restauração no pavimento e sinalização.

Ao passar pelo segmento o motorista deve reduzir a velocidade, redobrar a atenção, respeitar a sinalização e as orientações dos colaboradores da concessionária. “Por ser pista dupla a trafego não está sendo interditado, mas por estar sendo conduzido por uma única via está bem mais lento”, informou o engenheiro de obras da empresa, Egilson Mota Leal.

Ele explicou que a camada asfáltica do trecho está sendo substituída. “A sinalização vertical e horizontal também será toda trocada, oferecendo mais segurança e comodidade para os 12 mil usuários que utilizam a rodovia diariamente”, comentou Leal, prevendo que as obras no local sejam concluídas até o final deste mês.
Rebite: a perigosa combinação

Antiga, a discussão polemiza o problema tido como ameaça nas estradas

Derivado das anfetaminas (remédios de tarja preta), o popular rebite ou bolinha, como é mais conhecido entre os usuários, faz parte da rotina diária de muitos motoristas, a maioria caminhoneiros, que pressionados pelo prazo de entrega das cargas ou para aumentar o faturamento ingerem estas substâncias e passam até três dias sem dormir. A maioria deles sabe que esta corrida contra o tempo e contra a própria saúde pode ser fatal, inclusive para inocentes.

Embrapa e UFPR desenvolvem primeiro inoculante para milho e trigo

Produtores brasileiros de milho e de trigo têm acesso, a partir de agora, a um produto biológico capaz de ampliar a produtividade e reduzir a utilização de fertilizantes químicos. O primeiro inoculante comercial para o milho e para o trigo, disponível no mercado brasileiro, foi desenvolvido pela Embrapa Soja (Londrina-PR) e pela Universidade Federal do Paraná, em parceria com a iniciativa privada. “Ensaios conduzidos em cinco anos mostraram incrementos médios de 25% a 30% no rendimento do milho e de 8% a 11% no rendimento do trigo”, explica a pesquisadora Mariangela Hungria, da Embrapa Soja. (Embrapa)